A couve

A couve é um vegetal com folhas verdes ou roxas. Também é chamada de borecole. Está no grupo de vegetais chamado Brassica oleracea ou couve selvagem. Ela é cruciferosa devido à forma de suas flores.

Uma planta que teria sido cultivada pela primeira vez na área mediterrânea, foi chamada nestes tempos de repolho bem antes de a variedade bem arredondada existir. A couve foi uma cultura significativa na época romana; tornou-se um grampo básico para os camponeses na Idade Média e foi trazida para os Estados Unidos pelos ingleses no século XVII.

A couve é uma das mais resistentes da família das couves; ela pode suportar temperaturas tão baixas quanto -15 ­°C, mas não suporta temperaturas­ altas. Como resiste ao frio e cresce facilmente, a couve foi durante muito tempo um vegetal de inverno muito apreciado, especialmente na Escócia, Alemanha, Holanda e Escandinávia. Hoje, ela é consumida em todo o mundo.

A couve tem folhas grandes, muito encaracoladas, com um sabor bem marcado. Sua cor varia do verde-pálido ao verde-escuro, às vezes até o verde-azulado. Essas folhas não são bem arredondadas, característica expressa pela palavra latina que descreve esta variedade de couve "acephala" e que significa "sem cabeça". Essas folhas superam um fino caule esbranquiçado e muito fibroso, que pode medir de 30 a 40 cm. A couve é tão decorativa que foram desenvolvidas variedades ornamentais.

Nutrientes

Nutriente

% Valor diário

Classificação dos alimentos mais saudáveis do mundo

Vitamina K

1327.6%

excelente

Vitamina A

354.1%

excelente

Vitamina C

88.8%

excelente

Manganês

27%

excelente

Fibra

10.4%

muito bom

Cobre

10%

muito bom

Tryptophan

9.3%

muito bom

Cálcio

9.3%

muito bom

Vitamina B6

9%

muito bom

Potássio

8.4%

muito bom

Ferro

6.5%

bom

Magnésio

5.8%

bom

Vitamina E

bom

Gorduras Ômega 3

5.4%

bom

Vitamina B2

bom

Proteína

4.9%

bom

Vitamina B1

4.6%

bom

Folate

bom

Fósforo

3.6%

bom

Vitamina B3

3.2%

bom

Calorias(36)

2%

A couve é uma excelente fonte de vitamina K, C, A e manganês; é uma excelente fonte de fibra, cobre, triptofano, cálcio, vitamina B6 e potássio. A couve é uma boa fonte de ferro, magnésio, vitamina E, gorduras ômega 3, vitamina B2, proteína, vitamina B1, folato, fósforo e vitamina B3.

Utilização

A couve é raramente consumida crua. Podemos acrescentá-la com moderação às saladas. Ela transmite seu sabor bem marcado às sopas e guisados. Pode-se branquê-la para atenuar seu sabor. A couve é deliciosa revestida com molho, polvilhada com queijo ou em purê (sozinha ou com purê de batata).

Culinária

Escolha couve com folhas firmes, bem coloridas e relativamente pequenas, sem mancha ou mofo. Uma xícara cozida faz 130 gramas. Corte as folhas ao redor do caule, corte o núcleo, separe cada folha. Lave bem com água corrente ou com água vinagreira para remover sujeira e insetos que possam permanecer. Cozinhamos a couve em água ou a vaporizamos de 20 a 30 minutos, braseada em uma panela lenta, recheada ou salteada em um wok.

Preservação

Coloque as folhas da couve muito apertadas em vez de soltas no refrigerador sem lavá-las, dentro de um saco plástico perfurado. Ela pode ser mantida assim de cinco a dez dias, mas é mais saborosa e menos amarga quando é consumida rapidamente. A couve pode ser congelada após ter sido escaldada de dois a três minutos, até que as folhas amoleçam um pouco.


AlegsaOnline.com - 2020 / 2022 - License CC3